Os alimentos ultraprocessados elevam o risco de câncer, hipertensão e diabetes, e por isso devem ser evitados e até mesmo trocados em nosso cardápio diário.

31/10/2022 em Bem-estar. Escrito por José Sanchez

Alimentos ultraprocessados

Alimentos_Ultraprocessados

Os alimentos ultraprocessados são considerados extremamente prejudiciais à nossa saúde. Por isso, desde o dia 09 de outubro estão em vigor as novas regras para a rotulagem desses alimentos no Brasil.

De acordo com essas elas os fabricantes prometem apresentar de forma mais clara o excesso de açúcares adicionados, gorduras saturadas e sódio nos produtos. Essa adequação é dada em um momento em que a obesidade toma conta do país.

Para se ter uma ideia, de acordo com uma nota técnica publicada pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS), houve um aumento no número de pessoas com obesidade nas capitais, bem como diabetes tipo 2 e hipertensão.

CARTÃO SANTANDER SX
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO SANTANDER SX

AMPLA COBERTURA
 
PONTOS
Um cartão para usar no dia a dia!
Você permanecerá no site atual

Riscos à saúde dos alimentos ultraprocessados

Segundo a nota intitulada “Doenças Crônicas e Seus Fatores de Risco e Proteção: Tendências Recentes no Vigitel”, publicada pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS), o aumento dos casos de diabetes é acompanhado do crescimento na ingestão de alimentos ultraprocessados.





ANÚNCIOS


ANÚNCIOS


Enquanto houve uma incidência 20% maior da obesidade em 16 capitais, também cresceu em 12,2% a ingestão de alimentos ultraprocessados. Eles são considerados os vilões para a saúde da população.

Frederico Rodrigues Anselmo, endocrinologista do Hospital Vila da Serra, do Grupo Oncoclínicas, os ultraprocessados são alimentos altamente industrializados e calóricos, ricos em açúcares e gorduras, com baixo teor de fibras e nutrientes.

Ela ainda destaca que a incorporação desses alimentos na dieta habitual colabora para o ganho de peso e consequentemente predispõe a várias doenças como hipertensão e diabetes tipo 2, além de elevar o colesterol e o triglicerídeos.


Leia também:


Sobrepeso e sedentarismo



ANÚNCIOS


Quando associado aos maus hábitos alimentares e ao sedentarismo, o sobrepeso se torna mais nocivo. Anselmo destaca que o excesso de peso aumenta o risco de desenvolvimento de doenças do fígado.



ANÚNCIOS


Dentre elas estão a esteatose hepática que representa gordura no fígado e um quadro de inflamação de alguns tipos de câncer, bem como de doenças cardiovasculares, especialmente o infarto e derrame.

Portanto, a mudança de hábitos alimentares aliado à boa alimentação ajudam a evitar essas doenças e garantir uma vida muito mais saudável e acompanhada de bem-estar.

A importância do exercício físico

O exercício físico tem uma grande importância em nossas vidas para evitar que doenças mais graves aconteçam. Por isso, uma simples caminhada colabora para combater doenças como a diabetes e até mesmo o colesterol.

Vale dizer que não é preciso fazer um exercício muito intenso se você não está preparado. Mas uma simples caminhada, andar de bicicleta ou até mesmo exercícios leves na academia fazem a diferença.

Ao fazer ao menos 30 minutos de exercício físico diário você terá uma qualidade de vida muito melhor. E vários problemas como a obesidade, hipertensão, colesterol e diabetes serão controlados.

A importância da boa alimentação

Aliado ao exercício físico não podemos esquecer a importância de uma boa alimentação. Afinal, ela é essencial para que tenhamos mais saúde e bem-estar. E como vimos neste artigo, dentre os alimentos mais prejudiciais estão os ultraprocessados.

Por isso, você precisa pensar em substituí-los por verduras, legumes, carnes frescas e até mesmo frutas. Uma boa dica é procurar um nutricionista para preparar um cardápio bem balanceado e com todos os nutrientes.

Isso ajuda a encontrar os melhores alimentos que ajudarão você a ter mais saúde na sua vida, com uma rotina mais balanceada. Lembre-se também que há outras práticas que colaboram com a sua rotina como a meditação e a quantidade correta de sono.

Gostou deste artigo? Então compartilhe com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e ajude a espalhar essa informação.

Você também pode gostar... aproveite e leia também! :)

Ainda não conseguiu seu cartão? Nós te ajudamos!

>